MIMOS

Thursday, April 13, 2017

Adão e Eva/ Chopin


copyright
*****
Somos a vida que sofre no nada
E o mar onde os navios se contagiam,
Errantes, nos clarins da partida e da chegada;
*
Somos o nada que se espelha no tudo
E a música, onde o Universo é uma máscara sublime,
Em ornamentos de veludo;
*
Somos a passagem-breve
Que se espelha nos sonhos da madrugada
E o véu dos abismos que se deslumbra
Na claridade da noite estrelada;
*
Somos o desejo-livre
Que se derrama na liberdade cercada?
E o vento que se descarrega nas nuvens
de uma ilusão adiada;
*
Somos o amor-incerto
Que circula na humanidade cercada
E a liberdade que combate,
Até transbordar em morada sagrada;
*
Somos os véus do tudo e do nada,
Peregrinos absolutos na estrada:
*
Os dados de uma errância arriscada,
Inocentes sobre o recinto da vida,
Lançados simplesmente e mais nada!...
Véu de Maya

No comments: